segunda-feira, 22 de junho de 2015

Última semana para ver filmes de Coutinho, Bodanzky e Turanskyj





Os documentários Últimas Conversas, de Eduardo CoutinhoNo Meio do Rio, Entre as Árvores, de Jorge Bodanzky, e a ficção alemãTop Girl ou a Deformação Profissional, de Tatjana Turanskyj seguem em cartaz na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) até o dia 28 de junho. As sessões têm projeção digital em alta definição. O valor do ingresso é de R$ 8,00.

GRADE DE HORÁRIOS
23 a 28 de junho de 2015

23 de junho (terça-feira)

15:00 – Últimas Conversas
16:30 – No Meio do Rio, Entre as Árvores
18:00 – Top Girl ou a Deformação Profissional
20:00 – Sessão Fechada

24 de junho (quarta-feira)

15:00 – Últimas Conversas
16:30 – No Meio do Rio, Entre as Árvores
18:00 – Top Girl ou a Deformação Profissional
20:00 – Sessão Fechada


25 de junho (quinta-feira)

15:00 – Últimas Conversas
16:30 – No Meio do Rio, Entre as Árvores
18:00 – Top Girl ou a Deformação Profissional
20:30 – Sessão Gente Falante

26 de junho (sexta-feira)

15:00 – Últimas Conversas
16:30 – No Meio do Rio, Entre as Árvores
18:00 – Top Girl ou a Deformação Profissional
20:00 – Projeto Raros (Hasta que se Ponga el Sol, de Aníbal Uset)

27 de junho (sábado)

15:00 – Últimas Conversas
16:30 – No Meio do Rio, Entre as Árvores
18:00 – Sessão Aurora (O Franco Atirador, de Michael Cimino)

28 de junho (domingo)
15:00 – Últimas Conversas
16:30 – No Meio do Rio, Entre as Árvores
18:00 – Top Girl ou a Deformação Profissional



ÚLTIMAS CONVERSAS
Diretor: Eduardo Coutinho
Brasil, 2014, 85 minutos
Classificação Indicativa: 12 anos
Distribuição: Videofilmes



O cineasta Eduardo Coutinho entrevista diversos estudantes do ensino médio público no Rio de Janeiro, perguntando sobre suas vidas atuais e expectativas para o futuro.

Documentarista renomado de filmes como "Cabra Marcado para Morrer", "Edifício Master", "Jogo de Cena", e o mais recente "As Canções", Coutinho morreu antes de finalizar "Últimas Conversas". O projeto foi assumido por João Moreira Salles, diretor e produtor da VideoFilmes, e pela montadora Jordana Berg. No longa, Coutinho entrevista adolescentes da rede pública de ensino do Rio. Foram filmados aproximadamente 30 jovens dos 250 inicialmente pesquisados. O material bruto tem 32 horas. O cineasta os questiona sobre vida, amor, Deus, fé e outros temas.



TOP GIRL OU A DEFORMAÇÃO PROFISSIONAL
Diretora: Tatjana Turanskyj
(Top girl oder la déformation professionnelle)
Alemanha, 2014, 95 minutos
Classificação indicativa: 18 anos
Distribuição: Supo Mungam

Helena é mãe solteira e vive com sua filha de 11 anos. Ela conseguiu atingir um razoável sucesso em sua carreira como atriz, mas ganha a vida de fato como acompanhante na indústria do sexo. Helena tem um relacionamento tenso com a mãe, uma conservadora professora de canto, e está cada vez mais insatisfeita com o seu trabalho. Ao conhecer David, uma nova oportunidade lhe é oferecida. Helena agora trabalha vestida de látex e meia arrastão enquanto manipula brinquedinhos sexuais. No novo papel de sua vida, ela é uma mulher com um desejo incontrolável.

Tatjana Turanskyj, diretora de cinema e artista performática desde 2001, ano em que ajudou a fundar a "Berlin Women's Film Collective Hangover Ltda.", da qual foi membro até 2007, participando de seus filmes como atriz, corroteirista e codiretora. O seu filme "Remake" (2004), da Collective, venceu o Festival Internacional de Curtas de Oberhausen em 2005. Desde 2008, Tatjana Turanskyj é sócia-proprietária da produtora Turanskyj & Ahlrichs ***, onde realizou o seu primeiro projeto: o aclamado e premiado filme "Eine Flexible Frau" (The Drifter, 2010), que participou dos festivais de Berlim e Cannes, e primeira parte da trilogia Mulher e Trabalho. O seu segundo filme, o segundo da trilogia, produzido pela Turanskyj & Ahlrichs ***, Top Girl ou A Deformação Profissional, teve a sua première mundial na Seção Fórum do 64º Festival Internacional de Cinema de Berlim. Ela reside em Berlim e atualmente está trabalhando na pós-produção do filme "Athens – Disorientation is no Crime”, que dirigiu junto com a documentarista Marita Meher.


NO MEIO DO RIO, ENTRE AS ÁRVORES
Diretor: Jorge Bodanzky
Brasil, 2010, 70 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Distribuição: Raiz Filmes

Na Amazônia, diversas moradoras das comunidades locais participaram de oficinas de vídeo e fotografia. Com o conhecimento adquirido, os próprios alunos começam a registrar as suas vidas cotidianas, destacando tanto a beleza natural da região quanto as consequências negativas da exploração econômica dos recursos disponíveis.


O realizador paulistano já trabalhou ao lado de Hector Babenco, Antunes Filho, Maurice Capovilla, José Agripino de Paula, Reinhard Kahn e João Batista Andrade, entre outros. Seu longa mais conhecido e premiado, “Ira

Um comentário :

  1. Obrigado por deixarem mais essa semana para assistir a esses bons filmes.

    ResponderExcluir